carinho próprio

Leia a Notícia

Conheça as 4 formas de esfoliar a pele!

08/10/2019

A esfoliação não deve ser realizada diariamente, visto que esse procedimento reduz a espessura da epiderme, por remover células mortas do estrato córneo de forma intensa e homogênea. A pele se renova sozinha dentro de um período médio de 28 dias e, por isso, sugere-se que nos cuidados em casa esse prazo seja respeitado. No entanto, o profissional, mediante análise cutânea poderá indicar um intervalo de tempo menor.

Os esfoliantes podem ter ação mecânica, química ou biológica, de acordo com o agente utilizado.

1. Agentes físicos: a esfoliação é promovida por um efeito mecânico com ação abrasiva. De acordo com o agente esfoliante, a abrasão pode ser baixa, média ou alta. Em geral, recomenda-se baixa e média abrasão para procedimentos faciais e alta abrasão para corporais. (Sempre respeitando as necessidades e condições individuais da pele). Os agentes de ação física podem ser de origem vegetal (Ex: Semente de damasco), animal (Ex: Casca de ovo) ou mineral (Ex: Sal). A esfoliação feita com auxílio de equipamento também pode ser chamada de Peeling Mecânico. (Ex: Peeling de Diamante)

2. Agentes químicos: promovem esfoliação por uma ação química dos reagentes acelerando o processo de descamação da pele, o que resulta na renovação celular. Esses agentes são os ácidos como o cítrico, lático, glicólico, mandélico, etc... Também chamados de Peelings Químicos.

3. Agentes Biológicos: também conhecidos como esfoliantes enzimáticos, seu efeito é resultante da ação de enzimas proteolíticas que “quebram” proteínas em aminoácidos menores e fáceis de serem eliminados. As enzimas proteolíticas mais utilizadas são a papaína (mamão), a bromelina (abacaxi) e a ficina (figo). Esses esfoliantes apresentam maior segurança e reduzida irritabilidade quando comparados aos esfoliantes químicos e até mesmo aos físicos.

4. Gomagem: É uma esfoliação mecânica suave, cuja aplicação oferece um diferencial sensorial. Trata-se de um creme com elevada consistência que pode ou não ter grânulos e oferece baixa ou média abrasão. A gomagem é aplicada sem massagem e, ao secar, é retirada com movimentos retos formando os “rolinhos” de goma.

Fique atento:

É importante lembrar que não é aconselhável esfoliar ao redor dos olhos e a região areolar dos seios por serem regiões muito sensíveis. Também não se recomenda esfoliar a pele após a depilação ou antes de exposição solar.

Você costuma esfoliar a pele? Quais desses agentes costuma utilizar? Conta aqui nos comentários!

Um beijo,

Bru do Carinho Próprio

Fonte: Cosmetologia aplicada/ Simone Pires de Matos – São Paulo: Erica, 2014.

Compartilhe:

!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->